Blog

29/01/2015 -

Técnica EMDR

O que significa E.M.D.R.?

A sigla E.M.D.R. significa Eye Movement Desensitization and Reprocessing conhecida no Brasil como Dessensibilização e Reprocessamento por meio dos Movimentos Oculares.

Como surgiu?
O método foi desenvolvido nos Estados Unidos pela Dra. Francine Shapiro, quando ela começou a seguinte experiência: deliberadamente pensava sobre coisas do seu passado e presente que lhe incomodavam, enquanto mexia os olhos. Todas às vezes que fazia isso à perturbação cessava.

Como funciona?
O EMDR é um trabalho complexo que exige o conhecimento da história clínica do cliente, diagnóstico apropriado, desenvolvimento de uma relação empática terapeuta/cliente e a preparação do paciente para o EMDR em si. Os movimentos são realizados em conjunto com a psicoterapia para ajudar o cliente a integrar os traumas processados.

Como atua em nosso cérebro?
Ao fazer o movimento com os olhos de um lado para o outro o hemisfério direito (emocional) e esquerdo (racional) do cérebro trocam informações. Esta troca possibilita que o material inconsciente/emocional passe a vir à consciência/racional, integrando as informações armazenadas por eles.

Como acontece uma sessão de E.M.D.R.?
O cliente escolhe uma situação de um problema específico que deseja trabalhar. Analisando o problema escolhido é identificado qual é a lembrança perturbadora ou pensamento negativo. Então, o cliente procura manter em mente a cena, um sentimento, um pensamento e as crenças negativas, enquanto o terapeuta realiza os movimentos bilaterais. A estimulação bilateral é feita até que o cliente relate que aquela situação não desencadeia nenhum sentimento perturbador e, ele possa agora integrar o evento em sua vida de uma maneira adaptativa.

Em que casos ele pode ser utilizado?
• Depressão
• Transtorno de Ansiedade
• Síndrome do pânico
• Luto
• Medo / Fobia
• Culpa
• Angústia
• TOC
• Relacionamento interpessoal
• Transtorno de Estresse Pós-Traumático
• Somatizações
• Estresse
• Transtorno Alimentar (obesidade, bulimia, anorexia)
• Dor crônica
• Instalação de recursos positivos

Post Anterior
Psicoterapia
Post Anterior
Palestras

Compartilhe:

Comente:

Cadastre-se e receba todas as novidades do Blog Danielle Krizanovski